Violino
Artmosfera Classica

QUAL O OBJETIVO DE FAZER UM VÍDEO?

Karajan na mixagem do áudio de um vídeo que foi lançado em LaserDisc.

 

Na década de 1970, música sertaneja tinha um público bastante restrito. No decorrer da década de 1980, ela começou a se popularizar cada vez mais, graças aos muitos lançamentos dos discos de sertanejos, que os tornaram conhecidos e hoje, são um sucesso.

É possível fazer o mesmo com a Música Clássica? Muitos tem o ledo engano de achar que “não tem público para isto”. Sertanejos também não tinham, mas conseguiram, disponibilizando suas músicas em discos e vídeos, ao público. Hoje, a Música Clássica é o estilo musical mais usado no mundo e é um absoluto “sucesso passivo”, usado muito em Comerciais de TV, peças de Teatro, Danças, Hinos e principalmente, em Filmes. O público gosta e quer mais “destas músicas dos filmes”, mas não encontram nada neste estilo no mercado brasileiro. São quase inexistentes, discos e vídeos de concertos de música clássica no Brasil e ai vem o velho ditado: ninguém sente falta daquilo que não conhece.

VAMOS FAZER!

Karajan comandndo a edição de vídeo do concerto.Exemplo clássico: um dos mais conhecidos maestros, Herbert von Karajan (lê-se Karaian), era absolutamente contra a filmagem dos concerto, até que em 1956 foi convidado a fazer uma transmissão de um concerto ao vivo, pela NHK, no Japão e aceitou. Além das 3000 pessoas no auditório, o concerto foi assistido por mais de 18 milhões de telespectadores. A conclusão de Karajan foi imediata: vamos fazer vídeos de concertos!

Logo no primeiro vídeo, que foi lançado em VHS, Betamax e LaserDisc,, recebeu dezenas de convites para reger concertos em vários países e paralelamente, surgiram diversos patrocinadores, o que possibilitou a produção de mais vídeos de concertos. Foi assim que Karajan se popularizou mundialmente, além de preservar seus trabalhos para sempre. Isto permite às pessoas, ter mais acesso à música clássica, incluindo os jovens e as crianças. É bom ter discos à venda no mercado, não por dinheiro, mas por popularidade.

É possível fazer o mesmo com maestrinas, maestros, corais e orquestras brasileiros? Com a Artmosfera Clássica, sim. Concertos em Blu-ray Disc, DVD-Video, CD de áudio e disponibilizar gratuitamente na Internet, é uma divulgação devastadora.

Karajan dirifindo os músicos para a filmagem.Lançar discos é importante para ser divulgado na mídia. O primeiro disco é um marco na carreira de um grupo musical ou de um solista, ou mesmo de um maestro, como João Carlos Martins, por exemplo, que tem dezenas de discos no mercado, e fizeram o sucesso dele, não com as vendas dos discos, que são muito pouco vendidos hoje em dia, mas com a disponibilidade nas lojas e divulgação na mídia.

Maestrinas, maestros, corais e orquestras brasileiros podem se popularizar e eternizar seus trabalhos em gravações de vídeos e áudios para ser divulgado na mídia, como no Canal Arte 1 (Band), TV Cultura, Rádio Cultura FM, por exemplo e os apoiadores da música erudita, como o jornal O Estado de São Paulo, e a revista Veja, além de muitos websites dedicados à música clássica, que cobririam facilmente o Lançamento de um Disco de Música Erudita, brasileiro. Paralelamente, ainda tem o YouTube, na Internet, que pode exibir o vídeo do concerto gratuitamente ou privado. É isto que chama a atenção do Público e de patrocinadores.

A ARTMOSFERA CLÁSSICA

Direção direta da câmera para captar o violinista.A Artmosfera Clássica está estruturada  exatamente para fazer tudo isto e colaborar com a popularização da música erudita no Brasil. Gravação e edição de concertos em Full-HD, mixagem do áudio em estéreo e surround (5.1), autoração e duplicação de DVD, Blu-ray Disc, com menus animados, som Dolby Digital 5.1 ou DTS 5.1, mixagem de CDs de áudio e distribuição no mercado home video brasileiro.

Nos discos de vídeos ainda é possível produzir Extras, como uma locução do maestro e alguns músicos durante o concerto, comentando sobre cada momento de cada movimento. Produção de vídeo com trechos de um ensaio, um pequeno vídeo contando a história do grupo, uma breve história sobre o local do concerto, telas com informações sobre o compositor da obra gravada e da própria obra. Existem várias possibilidades.

Os concertos gravados por Artmosfera Clássica tem uma linguagem própria, simples e que agrada, principalmente, os amantes da música clássica, o principal alvo dos vídeos da música erudita.

Artmosfera Clássica, já produziu vídeos de concertos para:

  • Coral Paulistano Mário de Andrade, do Theatro Municipal de SP;
  • Coro Luther King, com regência de Martinho Lutero Galati;
  • Voz Ativa Madrigal, de Ricardo Barbosa;
  • Coral e Orquestra Ars Musicalis, de Hermes Coelho;
  • Coral Exsultate;
  • Coral da Cidade de SP com regência de Luciano Camargo;
  • Apresentação de ballet do Colégio Cantareira;
  • TV Cultura – DVD da OSB (Orquestra Sinfônica Brasileira).

A produção dos vídeos da Artmosfera Clássica é feita pelo departamento HDVideo – Cinematográfica, que se adapta à verba disponível do coral, orquestra, maestrina ou maestro, para a produção do vídeo de um concerto. Desde uma produção básica, com 4 câmeras de vídeo Full-HD, vários microfones profissionais, com edição dos vídeos, mixagem de áudio, até uma superprodução com 6 câmeras Ultra-HD (4K) e áudio surround 5.1 em DTS-HD Master.

DISTRIBUIDORA  ARTMOSFERA

A distribuição é feita pela Artmosfera e é dividida em 4 etapas:

  • Disponibilidade dos vídeos na Internet, para acesso gratuito (YouTube);
  • Autoração dos discos DVD, Blu-ray Disc e CD de áudio;
  • Duplicação dos discos;
  • Distribuição dos discos às lojas da Livraria Cultura ou direto aos consumidores

A distribuição em discos é importante, mesmo na era da Internet, para atender várias públicos

  • Pessoas que queiram assistir os concertos em home theater, com imagem superior ao da Internet e em telas grandes, com som de altíssima fidelidade ou em surround 5.1;
  • Permitir que pessoas que tenha alguma deficiência física, que a impeça de ir ao local do concerto, poder assistir em casa, com alta qualidade de imagem e som;
  • Pessoas que não tem acesso ou conexão estável à Internet;
  • Para escolas poderem exibir os concertos em telões e ter controle sobre o que estão vendo (pausas, por exemplo);
  • Pessoas que preferem discos em vez de Internet, como colecionadores de vídeos de uma série de concertos, como a Deutche Gramophone e a ArteOpus fazem, por exemplo.
  • Para os músicos terem um vídeo deles tocando, um teatro ter um material para distribuir à convidados especiais, para a mídia, para clientes, para patrocinadores, para entidades e ONGs.

Karajan fez sucesso com as gravações dos concertos.

 

Obs.: a distribuição com o selo Artmosfera Clássica é sem fins lucrativos e os discos são vendidos a preços bem baixos, apenas para cobrir a duplicação e o transporte dos discos às lojas. Se o coral e/ou orquestra optar por lucro, pode ser feita a venda dos discos com royalties, como Artmosfera fez com CPFL Cultura e TV Cultura, onde uma porcentagem do valor dos discos é acrescido ao valor da venda e esta porcentagem será paga ao coral e/ou orquestra.

 

Cada uma das etapas de produção e distribuição podem ser feitas independentemente.

  • Gravação dos vídeos com câmeras Full-HD;
  • Captação de áudio (gravação do som);
  • Edição de vídeo (montagem dos vídeos);
  • Mixagem de áudio (mixar o som em estéreo ou surround);
  • Autorações dos discos (DVD-Video, Blu-ray Disc, CD de áudio);
  • Duplicação de discos (copiar discos DVD, Blu-ray Disc e CDs);
  • Distribuição (desde que relativo a música erudita).

REFERÊNCIAS

Outros clientes da Artmosfera:

  • HBO-HD;
  • TV Record;
  • TV Globo;
  • Commit;
  • MIS – Museu da Imagem e do Som;
  • DM9 – Agência de publicidade;
  • Dentsu – Agência de publicidade;
  • Imovision – Distribuidora de filmes;
  • Entre muitos outros.
    Karajan regendo a própria gravação do concerto.
Home   História   Para que, Vídeos?   Concertos Gravados   Concertos à Gravar   Gravação Patrocinada   TV - Vídeos   Serviços   Contato   YouTube Privado 

©2011~2017 - HDVideo - Cinematográfica Ltda.- ME  - Todos os direitos reservados.